Lyon

Segundo a UNESCO, “Lyon é um excepcional exemplo da perenidade da instalação urbana durante mais de dois milênios, num local com enorme significado comercial e estratégico, onde se fundiram tradições culturais provenientes de diversas regiões da Europa para produzir uma comunidade homogênea e vigorosa”. Mas quem escolhe esta cidade para fazer intercambio vai constatar que Lyon desempenha desde a época romana um importante papel no desenvolvimento político, cultural e econômico da Europa. E para manter a tradição cultural, o centro histórico é rico de inúmeros edifícios tradicionais.

O que fazer em Lyon?

  • Conhecer um dos mais vastos conjuntos do Renascimento na Europa: os bairros Saint-Jean, Saint-Paul e Saint-Georges e os seus numerosos edifícios públicos e privados merecedores de interesse, entre os quais a catedral de São João Batista, a Casa do Chamarier, a “loge du Change” (loja de Câmbio), o hotel de Gadagne;
  • Voltar ao tempo, e conhecer cinco séculos de produção de seda da região, nos Croix-Rousse e a Casa dos “canuts”;
  • Subir na colina de Fourvière e apreciar os seus vestígios romanos (o grande teatro, o odeon, o anfiteatro…). Admirar a magnífica vista sobre Lyon, pela Da esplanada;
  • Se estiver na cidade no mês de dezembro, certifique-se de qual é a data da Festa das Luzes e descubra o vanguardismo de Lyon no que toca à iluminação urbana, evento anual de reputação internacional.