CRESCE O NÚMERO DE VAGAS DE EMPREGOS PARA ESTRANGEIROS EM MALTA | ETC Intercâmbio

CRESCE O NÚMERO DE VAGAS DE EMPREGOS PARA ESTRANGEIROS EM MALTA

Cada vez mais brasileiros tem escolhido Malta como destino de intercâmbio para aprender a falar inglês. O pequeno arquipélago localizado ao sul da Itália é considerado um dos países mais bonitos da Europa e vem passando por uma crescente no número de visitações e matrículas em escolas de idiomas.

Não só com um atrativo a nível turístico, Malta possui uma economia próspera e consolidada, excelente infraestrutura e ótimo custo benefício. Mesmo sendo um país relativamente pequeno em extensão territorial, Malta é um gigante em todos os outros aspectos e tem se tornado a “menina dos olhos” para quem sonha com um intercâmbio que possibilite exercer atividade remunerada enquanto estuda.

Entre Junho e Setembro o país costuma receber mais visitantes e as oportunidades de emprego aumentam consideravelmente em ramos ligados a hotelaria, turismo e gastronomia. Mas não se prendendo unicamente aos períodos de sazonalidade, outros setores de mercado tem respondido ao crescimento econômico do país e aberto mais vagas de emprego que possibilitam a conciliação de estudo e trabalho para quem sonha com essa modalidade de intercâmbio.

Para ingressar nesse sistema o aluno deverá obedecer ao período de permanência obrigatória dedicada exclusivamente aos estudos e após o 91º dia poderá ingressar num emprego. Mas uma coisa muito importante que precisa ser levada em consideração é a frequência das aulas após conseguir emprego, o aluno deverá manter a taxa de presença em no mínimo 75% e a atividade funcionará mais como uma ajuda de custo para manutenção dos custos enquanto estuda do que propriamente como uma fonte de renda.

CHEGUEI EM MALTA, PEDI A EXTENSÃO DE VISTO E AGORA?

Após os 21º dia de curso o estudante poderá pedir a extensão de visto de estudante e precisará comprovar a renda suficiente para permanência no local. Para quem já tem acomodação paga, esse valor deve corresponder a aproximadamente 25 euros por dia, e no caso de quem não tem acomodação paga, o valor duplica e beira os 50 euros/dia.

Após a comprovação e aceitação, o aluno tem duas possibilidades de procurar emprego: online e presencialmente (ou as duas). O Governo do país disponibiliza um site para quem está em busca de vagas, o JOBPLUS (https://jobsplus.gov.mt/) e você também encontrará sites mantidos por agências como: Konnect (https://www.konnekt.com/search/), Jobs in Malta (https://jobsinmalta.com/), Keep me Posted (https://www.keepmeposted.com.mt/) e outros. Presencialmente muitos estabelecimentos colocam placas em suas portas anunciando as vagas de emprego e você pode passar por muitos deles perguntando enquanto deixa seus currículos. Andando por algumas comunidades em redes sociais de brasileiros em Malta, observamos o número de pessoas que conseguiram emprego com menos de uma semana de busca, corroborando que só aumentam as possibilidades de trabalho para estrangeiros (incluindo nós brasileiros).

Gostou da matéria de hoje? Se você quiser saber mais sobre esse destino incrível CLICANDO AQUI você confere nosso post especial sobre o país e se tiver interesse em ter informações ainda mais detalhadas entre em contato com a agência ETC mais próxima de você que nossos consultores estão a postos para te atender e dar o máximo de orientações.