Decidi fazer um intercâmbio, e agora?

Tomar a decisão para fazer um intercâmbio, é uma grande responsabilidade na vida de muitos jovens brasileiros e cada vez mais importante para o currículo profissional. Se você já decidiu que quer estudar fora do país, mas não sabe o que fazer depois, confira quais são os primeiros passos que nós, da Equipe ETC, preparamos para te ajudar a chegar lá:

Defina o curso que pretende fazer e pra qual país gostaria de ir:

Comece a sua pesquisa sobre o tipo de intercâmbio, o programa que deseja fazer e o melhor destino para realizá-lo. Este momento você pode iniciar através da internet ou pedir ajuda de um consultor de intercâmbio.  É o primeiro e decisivo passo para planejar todo o restante de sua viagem, pois ele guiará você em suas escolhas.

Escolha uma boa agência que possa te ajudar na organização da viagem:

A escolha de uma agência de sua confiança – indicada por algum amigo que já tenha realizado uma viagem por lá – e com profissionais qualificados, garante a segurança e qualidade de seu intercâmbio. Certifique-se de que ela tem o Selo Belta, única associação brasileira que regula agências de intercâmbio do Brasil. Entender os processos da contratação dos serviços e as funções que a agência exerce, tanto na preparação quanto durante a viagem, é muito importante na organização de sua jornada. Intercâmbio é algo bem particular, e por isso evite empresas que vendem “pacotes”. Busque agências que entendem o que você busca, afinal o sucesso do intercâmbio depende da expectativa x realidade.

Converse com um consultor e com amigos que já tenham feito intercâmbio para entender um pouco como é a experiência:

Conversar com quem entende do assunto, seja um profissional da área ou algum amigo que já tenha visitado seu destino escolhido, é essencial para saber de detalhes que somente quem esteve por lá conhece.

Tire o máximo de dúvidas e informações que conseguir sobre o país onde pretende morar:

Além das dicas com os amigos, você mesmo pode fazer suas pesquisas através de sites confiáveis e se certificar sobre tudo o que há para fazer no local. Lembre-se de pedir a ajuda do seu consultor sempre que precisar.

Dar início ao processo: Matricule-se!

Depois de conferir os itens anteriores, e não ter mais dúvidas, chega o momento do primeiro e mais concreto passo, e isso significa fechar a matrícula. Leia com cuidado todas as cláusulas do contrato para que fique ciente de tudo. A partir de agora é um capítulo à parte, e iremos detalhar em um próximo post. Até lá!]]>