HOJE NÃO VAMOS FALAR DE INTERCÂMBIO!

Isso mesmo que você leu, não vamos falar de intercâmbios. Nessa reta final de 2019 deixaremos apenas um pequeno questionamento “o que você levará para 2020?”.

Durante esses quase doze meses, cumprimos metas, conquistamos, fomos conquistados, nos frustramos com expectativas, choramos de felicidade, de tristeza e vivemos uma série de outros sentimentos que não caberiam nesse pequeno texto. Mas, além de tudo isso fica a principal lição – que também é uma pergunta – o que aprendemos?”.

Esse exercício de questionar o que passou é o que nos faz crescer como seres humanos. Crescer é tornar-se maduro, é criar responsabilidade emocional e afetiva conosco, com quem a gente ama e com quem nos relacionamos no dia a dia. Esse ano que se encerra, nos deixa uma lista de possibilidades e responsabilidades para o que chega. E é muito importante que tenhamos a capacidade de visualizar hoje, como será o nosso amanhã. Também é necessário refletir por todos os caminhos que passamos para chegar até aqui. Onde erramos, onde acertamos, como agimos com relação ao mundo e qual foi o nosso impacto sobre ele.

“As pessoas são solitárias porque constroem muros ao invés de pontes.”

Essa frase que citamos acima, foi retirada do livro “O pequeno Príncipe” do Antoine Saint Exúpery. Aliás, vou aproveitar o livro como deixa, para fazer um pequeno paralelo com a nossa realidade (isso mesmo, nossa, de tempos modernos, tecnologia de ponta a ponta e vida online). O livro trás uma série de delicadezas e sutilezas que nos mostram como a simplicidade da vida anda esquecida. Apesar de classificarem como um livro infantil, tomamos a liberdade de colocá-lo como um livro para todos.

Hoje não temos tempo para pensar em nada. Estamos 24h conectados pelo computador, celular, vídeo game, academia, escola, faculdade e mais uma série de outras coisas que tomam tanto nosso tempo, que nos fazem esquecer do principal. A felicidade. E não há nada mais feliz do que criar pontes e estreitar laços com que amamos.

“o essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração”

Quando foi a ultima vez que o seu coração ficou quentinho? Que nesse finalzinho de 2019 você reflita sobre tudo que te trás felicidade e sobre o que te falta para chegar nela. Que em 2020 você conquiste tudo que deseja, mas que conquiste principalmente aquilo que talvez não veja, mas precise, para te fazer ainda mais feliz.