O ENSINO SUPERIOR NA AUSTRÁLIA

Dentre as inúmeras coisas que a Austrália é referência para o mundo, o sistema de educação se destaca. Não importa o tipo de curso que você deseja estudar, por quanto tempo deseja estudar ou onde deseja estudar, pode ter certeza de que na Austrália você terá uma experiência de estudo maravilhosa e de alta qualidade.

Hoje o nosso post será sobre o Ensino Superior na Austrália, focado na Graduação (undergraduate) e pós (graduate). A outra opção muito bem estruturada e importante é o VET, conteúdo publicado há umas semanas aqui no nosso blog.

Após os 13 anos de formação primária e secundária, a formação superior é um caminho para aqueles que buscam dar continuidade nos estudos.
A formação superior inclui o ensino superior (incluindo as universidades) e o Ensino e Treinamento Vocacional (VET).

A Austrália é referência em ensino superior do mundo, exemplo disso é o 8o lugar no Ranking de Sistemas Nacionais de Ensino Superior U21, que ocupou em 2019. Já o Brasil ficou no 40o lugar e os Estados Unidos liderou este ranking.
A Austrália tem um sistema de ensino superior muito bem estruturado e controlado. São apenas 43 universidades, sendo 40 públicas e três privadas. E seis delas estão entre as 100 melhores do mundo. Se contabilizarmos todos os cursos superiores do país, são mais de mais de 22.000 cursos em 1.100 instituições.

Quando falamos que há uma estrutura e controle no sistema de ensino australiano, é porque existe um plano de educação onde vai além da esfera pública e que possui muito bem definido o objetivo e prazo. Até 2025 todo o investimento e trabalho realizado é objetivando tornar a austrália uma potência educacional, sendo referência em inovação, com pensamentos e ações globais,  com grandes descobertas científicas e  soluções para a sociedade.

O somatório de educação de qualidade, sociedade multicultural, qualidade/estilo de vida sensacionais e suporte ao estudante colaboram para que a Austrália seja o terceiro destino mais popular do mundo para estudantes internacionais, lar de quase 700.000 estudantes internacionais. Já com relação ao Brasil, na última pesquisa realizada pela associação BELTA, a Austrália ocupou o 5o lugar.
A educação é importante também nas cifras, pois é a terceira maior fonte econômica do país, perdendo apenas para mineração de ferro e extração de carvão.

Antes de chegar ao fim deste texto, já cheio de vantagens, precisamos apresentar mais uma: O ESTUDANTE TEM PERMISSÃO DE TRABALHAR ATÉ 20 HORAS SEMANAIS.

Quando conhecemos melhor o sucesso da Austrália, entendemos que um sistema de ensino organizado e estruturado gera valor para a sociedade como um todo e riqueza para o país.

Para obter informações sobre os cursos disponíveis, clique aqui e fale com a agência ETC mais próxima de você.