SAIBA MAIS SOBRE AMANDA MENDES: DIRETORA DA ETC BRASÍLIA

Aqui é a Amanda, Diretora da ETC Intercâmbio em Brasília!

Estou aqui hoje para falar da minha jornada e das minhas experiências ao embarcar rumo a um mundo novo e desconhecido.

Então, vamos lá?! Hum… por onde começo? Já sei… Rss… A minha decisão de fazer intercâmbio não foi da noite para o dia, passei por um processo… 1 ano no total! Primeiro me formei na faculdade, fiquei desempregada e comecei a estudar para concurso, como muitos em Brasília fazem. Se você for Brasiliense vai me entender, né?! hehehe… Pois bem, estava eu estudando pra concurso, trabalhando com freela em marketing e me perguntando: O que estou fazendo da vida?! Porque estou estudando para concurso?! Quero mesmo ser servidora pública?! Qual é o meu propósito de vida?! O que faz sentido pra mim, na vida?!

Como deu para perceber, eram muitas perguntas e eu não estava encontrando as respostas. Foi quando um amigo de Floripa me contou do intercâmbio dele na Nova Zelândia, de como foi ir para tão longe, aprender uma nova língua, dos amigos que fez, de todos os trabalhos que se dispôs a fazer para se manter lá e, claro, dos perrengues que naquela hora rimos muito a respeito! Ele falava com tanto brilho no olho, com tanta saudade daquela época, que me fez querer viver aquela sensação também. Queria me encontrar da mesma forma que ele se encontrou.

A Austrália, na verdade, caiu no meu colo de surpresa. Pois, eu estava apaixonada pela Nova Zelândia!! Mas, naquela época, para trabalhar tinha que ter um certificado de proficiência em inglês. Coisa que o meu não me permitia ter! E, a agência me sugeriu então ir para a Austrália. O país era próximo da Nova Zelândia e tinha permissão de trabalho enquanto estudava inglês. Gostei da ideia e falei: Bora!

Passei 1 ano me planejando financeiramente e organizando a documentação para o visto. Fui sozinha, com a cara e a coragem. Cheia de medo e incertezas, isso é fato… quem falar que não ficou cheio de medo antes de viver essa experiência é porque não fez intercâmbio ainda. E, essa é a melhor parte… ir mesmo sentindo medo… A sensação de chegar e ver todas as coisas maravilhosas que teria perdido se tivesse desistido de seguir em frente. Digo isso não só pela parte boa, mas pelos perrengues também, rs.

Fui esperando ficar 6 meses, acabei morando quase 4 anos. De tanto que me apaixonei pelo país e pelas pessoas!!! Os melhores anos que já vivi, a saudade é eterna no coração!! Esse é o ponto negativo e o mais chato do intercâmbio. Seu coração nunca será o mesmo… sempre terá um pedaço lá e um pedaço cá. Hoje, sou ainda mais feliz sendo dona da ETC BRASÍLIA e sonhando junto com “meus intercambistas” o planejamento dessa jornada MARAVILHOSA e DESAFIADORA. Se posso deixar um conselho a você: Permita-se viver!!

Permita-se sentir, conhecer, buscar e ver com os seus próprios olhos!  “O que se leva dessa vida é a vida que se leva!” Isto eu aprendi durante o intercâmbio e foi ele quem me trouxe para o caminho do empreendedorismo em vez do concurso público.

Portanto, seja você mesmo!! Viva e Viaje. Sozinho, com amigos ou com a família! Viaje para onde quiser, com quem quiser, quanto tempo quiser!! Se permita conhecer o desconhecido… viaje, divirta-se, conheça lugares, faça amizades novas e se apaixone, quantas vezes puder… por lugares, por sensações, por conhecimento, por comida e por tudo mais que te fizer sentir a vida em sua própria essência!!!

Viver é se arriscar, é ser feliz e quebrar a cara quantas vezes forem necessárias para aprender e evoluir! Passar por situações que nos façam crescer, amadurecer e aprender a sermos melhores. Não para os outros, mas para nós mesmos! É quebrar barreiras… do tempo, da língua, do sentimento, de verdades pré-concebidas. É olhar para algo e entender que mais de uma perspectiva é possível!! Que não somos os donos da verdade, tudo depende do referencial e do ângulo que se escolhe ver. É saber que do outro lado do mundo existem pessoas que podem te ensinar muito e que elas podem aprender muito com você também. Precisamos só nos permitir viver essa experiência!

 

Quer nos contar a sua história? Como a ETC intercambio mudou a sua vida?

Mande para mkt@etcintercambio.com.br a sua história e fotos 😀