VOCÊ ESTÁ DEIXANDO DE SER PROMOVIDO POR NÃO SABER INGLÊS?

Saudações intercambistas e futuros intercambistas!

Hoje vamos falar sobre um assunto um tanto comum – mas por um aspecto não tão comum. As possibilidades proporcionadas pela fluência em inglês.

Que ter inglês no currículo é algo bom, disso todo mundo já sabe. Mas o que poucos têm conhecimento, é que os profissionais que dominam o idioma podem ganhar até 70% mais do que os que não dominam. Segundo levantamento feito pelo site de empregos Catho, além do inglês, o espanhol também pode aumentar esse percentual em até 40% . Incrível não é?!

A importância dos conhecimentos linguísticos começa na contratação, mas estende-se as promoções e passa pelas novas possibilidades de crescimento de carreira. E mais, esta realidade não é exclusiva apenas para algumas profissões, no Brasil, independente de qual seja sua área profissional, o inglês te colocará em outros patamares salariais.

Vivemos em um mundo hiperconectado, globalizado, onde falar a língua universal te dá livre acesso a novas informações e conteúdos de fonte. Além de você ter a oportunidade de se comunicar com o mundo – independente da sua nacionalidade – pois bilhões de pessoas falam o inglês.

Agora que você já entendeu da importância de falar o inglês para se destacar, sabia que fazer isso no exterior, aumenta e muito a probabilidade de ser escolhido no processo seletivo ou promoção. Como assim?

Estudos comprovam que o mercado procura por pessoas com soft skills. Palavra muito comum entre recrutadores de grandes players de mercado. Os “soft skills” são como competências sociais e comportamentais que agregam valor ao profissional e contribuem para o crescimento das empresas.
Comunicação eficaz, pensamento crítico, resiliência e liderança sempre estiveram no topo da lista. Mas diante deste novo cenário, alguns desses atributos subiram para o topo na lista de soft skills, tais como: empatia, colaboração, flexibilidade e inteligência emocional.

Se quiser saber mais sobre os Soft Skills, Clique aqui e leia a matéria completa do nosso blog. 

Caso você esteja se considerando velho ou preocupado com o tempo que precisa para atingir “aquele” nível desejado, o intercâmbio é a solução perfeita para isso. Estudos comprovam que cada 1 mês de aprendizado no exterior, equivale a 6 meses de estudo no seu país. Isso mesmo! Quando você vive 24 horas do seu dia em outro lugar, em contato direto com o idioma, o aprendizado passa a ser além da sala de aula. Essas experiências de imersão, acionam todos os sentidos, ou seja, tato, olfato, paladar, visão e audição são trabalham em conjunto no processo de assimilação de informações e aprendizado.

Além do mais, a experiência do intercâmbio não tem idade. As escolas estão cada vez mais preparadas para receber os alunos e separá-los por faixa etária. Ou seja você encontra turmas com alunos Teens, adultos, salas exclusivas para quem está na faixa dos 30, 40 e até mesmo mais de 50 anos. A cada fase da vida que o aluno se expõe ao intercâmbio, a forma do aprendizado é diferente, e toda experiência, pode ser adaptada ao seu jeito.

Quer ser um profissional mediano ou um profissional de sucesso? Clique aqui e fala agora mesmo com a unidade ETC mais próxima de você.