PRECISAMOS FALAR SOBRE ESTUDO E TRABALHO NA FRANÇA

Saudações intercambistas!

Hoje falaremos sobre um assunto que causa muitas dúvidas: estudo e trabalho na França. O francês é atualmente uma das línguas mais faladas do planeta e segunda pesquisas publicadas, será o idioma mais falado do mundo até 2050 (até publicamos um texto falando exclusivamente sobre isso, que você confere clicando aqui). Não somente para aprender uma das línguas mais promissoras do mercado, um intercâmbio na França pode lhe render uma excelente experiência internacional – e ainda pode ajudar a levantar uma graninha para amenizar os custos da viagem.

Para concorrer as vagas de emprego na França, seu intercâmbio deve durar entre 3 meses e 1 ano.

O QUE É PRECISO PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA?

Para se enquadrar no programa de estudo e trabalho na França, o aluno deve ter entre 18 e 30 anos e precisa solicitar ainda no Brasil o visto Working Holiday Visa, mais popularmente conhecido como visto de Férias-Trabalho. Além de solicitar o visto ainda no Brasil, o aluno deverá ter um nível de francês intermediário.

Então caso você sonhe em estudar e trabalhar na França, mas não possua o nível intermediário, aconselhamos que intensifique os estudos antes do programa.

QUAIS SÃO OS REQUISITOS?

1 – Preencher o pedido do Working Holiday.

2 – Ter passaporte emitido e válido.

3 – 2 fotos 3×4 com fundo branco.

4 – Certidão de nascimento ou casamento.

5 – Número de processo de conclusão no Campus France.

6 – Inscrição em instituição de ensino francesa com data de início e fim do curso.

7 – Declaração financeira (parental ou de autofinanciamento) de pelo menos 2.500,00 reais mensais com firma reconhecida em cartório + passagens aéreas.

8 – Comprovação da estadia na França.

 

Como vocês viram acima, não é um processo complicado. Além do mais, o intercâmbio com peso de uma experiência de trabalho internacional, acaba se tornando um diferencial para o seu currículo de trabalho. Mas atente-se, o programa não possui duração superior a 12 meses. Caso você queira continuar estudando e trabalhando na França, precisará retornar ao Brasil após o vencimento do visto e passar por todo processo novamente.

Aliás, se quiser saber mais, CLICA AQUI e confere o vídeo feito pelo nosso diretor da ETC Vitória falando sobre estudo e trabalho na França, sobre a questão cultural do país e as diferenças por regionalidade.